Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2020

Quando eu devo procurar um neurologista?

Imagem
O que é Neurologia? Especificamente, a neurologia é uma especialidade médica que lida com o diagnóstico e tratamento de todas as categorias de doenças que têm relação com o nosso cérebro. Ela trata dos distúrbios estruturais do sistema nervoso central, parassimpático e simpático, periférico e autônomo, também incluindo os seus vasos sanguíneos, a parte de revestimentos e todos os tecidos efetores, como os músculos. O profissional da Neurologia. O médico que se especializa em neurologia é denominado de Neurologista. Este profissional é treinado para diagnosticar, investigar e tratar distúrbios neurológicos. No tratamento de doenças neurológicas em crianças é o neuropediatra, o profissional habilitado na especialidade. O Neurologistas além das atribuições mencionadas, também podem estar envolvidos em pesquisas clínicas, ensaios clínicos e em pesquisa de ciências básicas da medicina. Doenças tratadas pelo neurologista. São várias as doenças, porém entre as mais co

Cuidados ao ter uma pessoa da casa contaminada pelo coronavírus

Imagem
O isolamento domiciliar é um procedimento previsto pelo ministério da saúde, que poderá ser prescrito pelo médico para os casos positivo para o coronavírus (Covid-19). Durante os 14 dias de isolamento, recomendados pelo ministério da saúde, a contar pela data de início dos sintomas, uma revisão clínica periódica é necessária e esta deverá ser realizada preferencialmente por telefone. O paciente contaminado, deverá manter repouso durante esse período. Deverá ter uma alimentação balanceada e consumir bastante água para manter a hidratação. Para as demais pessoas que irão conviver com esse paciente, na mesma residência, medidas preventivas também são determinadas, entre elas: Para o cuidador do paciente Usar máscara descartável sempre que estiver com o paciente. Caso a máscara fique úmida ou com secreções, esta deverá ser substituída imediatamente. Nunca mexer na máscara na presença do paciente. Na troca, retirada da máscara, utilização de ambientes compartilhados, an

Coronavírus 18/06/2020: ivermectina e dexametasona

Imagem
Novas atualizações relacionadas ao tema coronavírus (COVID-19). Sobre a ivermectina e dexametasona.

Acho que estou com coronavírus. O que devo fazer?

Imagem
Estamos atravessando uma época de pandemia, portanto se houver alguma suspeita ( conheça os sintomas ), fique em casa e não saia por 14 dias. Basta apenas uma saída trazer muitos transtornos com novas contaminações, inclusive em seus familiares e amigos. Durante esse período é importante que você fique atento com relação a evolução do quadro. Procure um hospital somente se o problema se agravar, além disso a recomendação da Organização Mundial da Saúde é que todos os membros da família que coabitam o mesmo espaço, também fiquem de quarentena. Sintomas leves, como tosse prolongada por vários dias, não são preocupantes, porém se houver febre alta persistente e se a tosse vier acompanhada de desconforto na respiração, procurar por apoio médico é recomentado. Sabemos que na contra mão existe a questão econômica a qual todos estamos submetidos, alguns em maior, outros e menos grau. Precisamos garantir o nosso sustento, por outro lado, é um momento de pensar na vida dos nossos e

Os sintomas da COVID-19 - Coronavírus

Imagem
A quantidade de casos confirmados aumentou em nossa cidade, ultrapassando centenas de casos. Em muitos casos as pessoas apresentam sintomas leves do Coronavírus, em outros casos, existe a necessidade de procurar ajuda médica. Nesta época de pandemia, a procura pelos postos de atendimento aumentou drasticamente e em muitos casos as pessoas procuram por atendimento sem que haja necessidade, movidas pelo pânico gerado. Conhecer quais são os sintomas do coronavírus é necessário para você saber se deve ou não procurar ajuda médica, evitando ida desnecessária aos postos de atendimento. QUANTO TEMPO DURA OS SINTOMAS DA COVID-19 - CORONAVÍRUS Não existe tempo de duração fixo para todos. Cada indivíduo responde de forma distinta. Podemos projetar com base em dados estatísticos um panorama da evolução da doença na população.     Conforme levantamento, a maior parte da população têm sintomas leves e moderados do coronavírus. Este fato não tira o poder de letalida