Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2020

São tantas emoções! Conheça o sistema límbico.

Imagem
Se você sempre imaginou o nosso cérebro como o um órgão sempre relacionado a razão, é porque você ainda não conhece o sistema límbico. Sistema límbico - significado Derivado da ideia de limbo, este termo foi criado em 1878 pelo anatomista é médico francês Paul Broca, pelo fato desta região estar situada na região limite logo abaixo do córtex. Nossas emoções e o sistema límbico Região do cérebro com grande concentração de estruturas neurais, é no sistema límbico que são processadas as nossas respostas emocionais. Sistema límbico e suas funções É no sistema límbico que são processadas nossas emoções diante dos mais variados estímulos externos, atuando na regulagem das emoções e respostas fisiológicas do nosso corpo. Aumentar a taxa de batimentos cardíacos quando estamos com medo ou nervosos é apenas um exemplo do que esta região é capaz exercer sobre o nosso corpo. Quando ocorre deficiência no funcionamento do sistema límbico, diversas disfunções são acarreta

13 motivos de quando procurar um médico endocrinologista.

Imagem
O endocrinologista é um especialista com formação em medicina. Posui 2 anos de residência na especialidade ou 5 anos de trabalho comprovado, além de possuir título de especialista da SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia). Endocrinologista para que serve Devo procurar um endocrinologista somente para emagrecer?  Se sim. Resposta errada! Se você já pensou em procurar este profissional com a finalidade de tratamento de obesidade, saiba que a área de atuação do endocrinologista vai muito além.      Médico Encocrinologista, para que serve? Este médico é o profissional que pode diagnosticar e tratar qualquer distúrbio relacionado as glândulas endócrinas, ao funcionamento dos hormônios no nosso organismo, o que além de incluir o tratamento da obesidade, atua em diversas outras condições. Quando procurar um médico endocrinologista. Veja as principais áreas de atuação do endocrinologista e os motivos que podem sinalizar que está na hora

O tabagismo, seus efeitos nocivos e as doenças

Imagem
Milhares de pessoas morrem todo ano por causa da dependência física e psicológica do tabaco (tabagismo), segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). Esta quantidade tende a aumentar pois o número de novos fumantes não pára de crescer. As enfermidades provocadas pelo fumo matam mais que o número de óbitos causados pela cocaína, heroína, acidentes causados por incêndios e a AIDS juntos.  Estes dados colocam o tabagismo como um dos maiores problemas de saúde pública da atualidade. Somente no Brasil, as enfermidade provocadas pelo fumo matam centenas de milhares de pessoas anualmente. Pessoas com faixa etária entre 35 e 60 anos, estão falecendo devido aos mais variados tipos de câncer (pulmão, boca, laringe), derrames cerebrais, doenças do coração (angina, infarto), bronquite e enfisema são apenas algumas das doença ligadas diretamente a prática do tabagismo. Veja também:  6 sinais que podem indicar arritmia cardíaca As causas do vício do tabag

6 sinais que podem indicar arritmia cardíaca

Imagem
A ausência de ritmo nos batimentos cardíacos é uma condição característica da arritmia cardíaca, uma doença que exige investigação médica porque compromete o bombeamento de sangue para o corpo e pode causar morte súbita em casos extremos. Alguns tipos de arritmia cardíaca A falta de cadência nos batimentos cardíacos pode ocorrer de forma acelerada (taquicardias) ou de forma lenta demais (bradicardias).  Quando ocorrem podem se agravar e levar ao colapso do coração. A fibrilação atrial é a forma de arritmia cardíaca mais comum na população.  É ocasionada por uma falha na condução dos estímulos elétricos que fazem o músculo cardíaco bater. Nesta condição o coração cessa o batimento normal e fica apenas tremendo (fibrilando). É importante saber quais sintomas podem indicar no surgimento da arritmia e desta forma procurar ajuda médica antes que o quadro se agrave.   Os sintomas da arritmia cardíaca Falta de ar Fadiga Enjoos e vertigem Desmaios Queda de pressão Palpitações no coração Arritm

Receita para emagrecer e manter o peso durante a quarentena.

Imagem
O aumento de peso na maioria dos casos está intimamente ligado a algum fator que altera o nosso cotidiano. Toda vez que nossa rotina sofre algum tipo de alteração, o risco do descontrole no consumo da alimentação é alto. Ganho de peso x coronavírus Nesta época de pandemia, o isolamento social está causando profundas mudanças em nosso cotidiano. Perder peso não é uma tarefa fácil, ainda mais quando ocorre uma quebra na nossa rotina, abrindo caminho para o descontrole na qualidade e quantidade da alimentação. Evitar ganho de peso nesta época é fundamental, uma vez que há estudos que comprovam que o excesso de peso é um agravante em pacientes com COVID-19. Veja também: A obesidade é um grave fator de risco ao coronavírus Então qual dieta devo seguir para evitar o ganho de peso? A melhor dieta é aquela que você consegue fazer sem que haja estresse. Lembre que o momento de se priorizar é fundamental. Cuide da sua alimentação, porém fuja das dietas super restritivas.