Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2021

6 alimentos benéficos para o cérebro

Imagem
O seu estilo de vida exerce um papel importante para a sua saúde. No caso do nosso cérebro promove melhora das funções cerebrais, agindo na prevenção de doenças neurodegenerativas como no caso do Alzheimer. Seu cérebro agradece quando a sua alimentação é equilibrada. Na hora de realizar boas escolhas na quitanda, listamos 6 alimentos que incorporados ao seu cardápio irão nutrir seus neurônios, ajudando a preservar sua memória e outras capacidades cognitivas. 1 - FRUTAS VERMELHAS Além de deliciosas, as frutas de coloração vermelha são ricas em substâncias anti inflamatórias e antioxidantes. Se consumidas com frequência agem na proteção do nosso cérebro contra danos provocados pelo envelhecimento.  No grupo das frutas vermelhas encontramos: Morangos Amoras Uvas Framboesas Mirtilos O consumo prolongado das frutas vermelhas têm demonstrado uma redução do estresse oxidativo e inflamação no cérebro, defendendo os nossos neurônios perante as placas beta amiloides. Pacientes diagnosticados com

O que é a Covid longa: Quais são os Impactos e sequelas da doença.

Imagem
Uma nova categoria de estudos, agora voltados para as sequelas deixadas pelo coronavírus, preocupa os cientistas e a comunidade como um todo. Conhecida como “Covid longa”, denominação atribuída a pacientes com síndrome pós-covid que apresentam sintomas da doença por pelo menos 12 semanas após o contato inicial com a doença, esta nova categoria preocupa pelo risco de impactar de forma negativa e significativa na qualidade de vida destes pacientes e na economia. A Covid Longa é caracterizada por um leque de sintomas, incluindo:  Falta de ar;  Fadiga acentuada; Dor de cabeça; Perda de olfato e paladar.  Embora não existam respostas totalmente prontas sobre esta modalidade da doença, já que muitas pesquisas ainda estão sendo realizadas, os primeiros sinais são alarmantes. Pacientes que apresentam sequelas da doença por longo prazo podem ter a sua capacidade de trabalho, interação com outras pessoas e a participação em atividades físicas comprometidas, de acordo com um estudo realizado pela

5 dicas para te ajudar no combate a compulsão por açúcar

Imagem
São várias as reações que o seu organismo apresenta quando você reduz o consumo diário de açúcar. Para quem possui problema com acnes ou crises de enxaquecas, por exemplo, vai perceber que ao reduzir a ingestão de açúcar, tais problemas poderão também diminuir.  O fato é que o consumo de forma moderada não vai arruinar o seu plano para manter a fita métrica estável. O erro que muita gente comete é acreditar que consumo exagerado de açúcar significa cortar somente aquele açúcar em pó que vai nas receitas de doces, bolos ou para adoçar aquele cafézinho. Neste caso, quando falamos em açúcar, estamos nos referindo de modo geral ao macronutriente carboidrato. A farinha de trigo, por exemplo, contém carboidrato. Quando consumido acaba virando açúcar em uma das etapas de absorção pelo nosso organismo. Logo o consumo a ser moderado é o de carboidrato.  Absorvendo doses diárias de preferência doses prescritas por um profissional da área da nutrição será a melhor estratégia que você poderá tomar

Ao terminar a leitura desta matéria você irá melhorar o desempenho do seu cérebro.

Imagem
 A leitura é uma atividade com múltiplas funções.  Ler pode ser um meio para você se informar, sendo o método mais simples e acessível para a aquisição de novos conhecimentos. Ler também pode ser uma excelente forma de entretenimento.  É na leitura que navegamos da realidade para a ficção, conhecemos lugares, personagens e uma infinidade de outras coisas, através da imaginação. Não existe limites. Independente da motivação que te faz iniciar uma leitura, o ato de ler também irá auxiliar no desenvolvimento de novas habilidades ou desenvolver ainda mais aquelas já existentes. A leitura só agrega. Inclusive contribuindo para a saúde mental. Os efeitos da leitura no cérebro O que acontece com a mente quando lemos? Pesquisas concluíram que a leitura pode atuar como um exercício para o cérebro e tem relação comprovada com uma melhor qualidade de saúde mental. É no ato de ler que ativamos nossa imaginação, mentalizamos e aprendemos, aliás em toda leitura sempre aprendemos, nem se seja pelo me