Fique atento aos sintomas do diabetes

Segundo a International Diabetes Federation (IDF), o diabetes atinge 1 em cada 11 pessoas adultas no mundo. Isto significa que já eram 415 milhões de pessoas portadoras da doença em 2015, dados estatísticos mais recentes sobre o impacto médico-econômico-social do diabetes em todo mundo.




O IDF estima que em 2040, esse número será de aproximadamente 642 milhões de adultos, ou seja, 1 em cada 10 pessoas adultas terão diabetes.
O Brasil é o quarto país do mundo com maior prevalência da doença, segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes.

Anualmente o Brasil gasta US$21,8 bilhões com saúde para o tratamento do diabetes. São 14,3 milhões (dados de 2015), representando 9,4% da população. A estimativa é que este número represente apenas a metade dos casos, pois a outra metade nem sabe que possui a doença e portanto ainda não foi diagnosticada.

Há dois tipos diferentes de diabetes: Diabetes tipo 1 e Diabetes tipo 2.

Diabetes tipo 1

O diabetes tipo 1 corresponde a aproximadamente 10% dos casos e atinge principalmente crianças e adolescentes.

Sintomas do Diabetes tipo 1:

Sede frequente

O aumento de açúcar no sangue, faz com que a pessoa urine com maior frequencia, gerando desidratação e consequentemente a sede.

Excesso de urina

Pessoas com diabetes percebem que estão urinando mais do que o normal.
Geralmente levantam mais vezes a noite para ir ao banheiro.

Fome

Excesso de fome costuma aparecer causada pela desidratação e perda da glicose através da urina.

Tontura e cansaço

Uma vez que a taxa de açúcar no sangue está baixa, é como se as células não tivessem "combustível" suficiente para trabalhar, daí a sensação de cansaço. Já a tortura também pode ocorrer devido a desidratação.

Perda de Peso

Ela pode ocorrer também devido a perda de calorias pela urina.
Algumas pessoas sente enjoo e um emagrecimento rápido, uma vez que sem insulina para realizar a obtenção de energia, o corpo acaba realizando a obtenção desta energia através da queima da gordura.



Diabetes tipo 2

O diabetes tipo 2 é responsável por 90% dos casos. Diferente do diabetes tipo 1, o tipo 2 não costuma apresentar sintomas, sendo conhecida como uma doença silenciosa. É o tipo mais traiçoeiro da doença.

A recomendação é que pessoas acima de 45 anos façam check-up regularmente para investigar se têm diabetes.

O senso sobre diabetes no Brasil indicou que cerca de 50% das pessoas afetadas, nem sabiam que tinha a doença.
Muitas vezes quando diagnosticadas, já apresentavam problemas relacionados com a visão e os rins.

Como prevenir o diabetes.

A melhor forma de prevenção é se manter dentro do peso, através de bons hábitos alimentares e a prática de atividades físicas.



O diabetes tipo 2 está associado ao envelhecimento. Independente dos fatores peso e sedentarismos, quanto mais a idade avança, maiores são as chances de ter diabetes.

Se você têm mais de 45 anos, está dentro do peso e não é sedentário, ainda é recomendado check-ups periódicos com a finalidade de monitorar a aparição da doença em estágios iniciais.


Na Policlínica Neurocor é a Dr. Rômulo Paris Soares, o profissional especialista nesta área.


Além da endocrinologia, a Neurocor possui um time de profissionais altamente capacitados nas mais diversas áreas da medicina.

Conheça todas as especialidades médicas acessando nosso site https://www.policlinicaneurocor.com.br/p/especialidades-medicas.html

Você também poderá agendar sua consulta de forma fácil e simples.
Oferecemos diversos canais de comunicação, entre eles: whatsapp, e-mail ou telefone.

Acesse nossa página de contatos em https://www.policlinicaneurocor.com.br/p/contatos.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Infecção Vaginal por fungos: O que toda mulher deveria saber.

8 grupos de risco para o Hipotireoidismo. O hipotireoidismo pode matar.

Entenda o que é a Cardiomegalia (Coração Grande), as causas, sintomas e os tratamentos.

Como reverter a perda muscular na velhice.

Conselho Regional de Medicina: Como consultar o CRM do médico.