Porque você precisa saber sobre a tireoide de Hashimoto

Conhecida também como tireoidite de Hashimoto, esta doença é autoimune ou seja, o próprio sistema imunológico do paciente não reconhece as células da tireóide como sendo parte do corpo humano, atacando as mesmas, provocando inflamação na tireóide.

Esta agressão geralmente resulta em um quadro de hipertireoidismo passageiro e na sequência o  hipotireoidismo (hipotireoidismo de Hashimoto)

A doença de Hashimoto é uma das principais causas do hipotireoidismo. 

Veja também: 8 grupos de risco para o Hipotireoidismo. Veja se você está em um deles.

Ocorre principalmente em mulheres na fase adulta e os sintomas são praticamente os mesmos do hipotireoidismo.

Tireoide de Hashimoto - sintomas

  • Dores musculares ou articulares;
  • Ligeiro inchaço da parte da frente do pescoço, no local da tireoide;
  • Cabelo e unhas mais fracas.
  • Pele fria e pálida;
  • Prisão de ventre;
  • Baixa tolerância ao frio;
  • Aumento fácil de peso;
  • Cansaço excessivo;

Causa da doença de Hashimoto

Não há causa específica conhecida pela medicina para o surgimento da tireoide de Hashimoto, porém há indícios de forte relação com problemas hereditários, uma vez que existem casos do surgimento da doença em membros da mesma família.

Ainda que não haja causa específica conhecida, estatisticamente existe relação do surgimento da doença também em pacientes que apresentam quadros de alterações endócrinas como o diabetes tipo 1 e mau funcionamento da glândula adrenal.

Há estudos que apontam que este tipo de doença também pode aparecer após uma infecção provocada por vírus ou bactérias.

As doenças autoimunes como artrite reumatoide, anemia perniciosa, doença de Addison (Lúpus) e a síndrome de Sjögren também indicam o surgimento da tireoide de Hashimoto, além de outras causas como câncer de mama, déficit de ACTH, presença de H. pylori e hepatite.

Diagnóstico da tireoide de Hashimoto

A forma mais assertiva e segura para diagnosticar o quadro é consultando um médico endocrinologista.

Além da análise clínica, o endocrinologista irá solicitar diversos exames para compor o diagnóstico através do exame de sangue para avaliar o quantitativo de T3, T4 e TSH, além da pesquisa dos anticorpos antitireoidianos (anti-TPO).

A tireoidite de Hashimoto é perigosa. Veja as complicações da tireoidite

Quando não tratada de forma adequada, a tiroidite pode trazer graves complicações para a saúde, sendo que as mais comuns são:

Problemas cardíacos

Pacientes que não estão com o  hipotireoidismo sob controle possuem maiores chances de apresentar níveis de LDL elevados no sangue, aumentando o risco de problemas no coração.

Mixedema

Embora seja uma condição rara, vale citar pois surge em casos avançados de hipotireoidismo, provocando inchaço no rosto e até sintomas mais graves como perda da consciência.

Problemas de saúde mental

A baixa quantidade de hormônios da tireóide faz com que o organismo perca energia, se sentindo mais cansado e também provocando alterações no humor, podendo desencadear no paciente um quadro de depressão.

O tratamento da doença de Hashimoto

Geralmente o tratamento será somente indicado quando ocorrer alterações nos valores de TSH ou ainda quando surgirem sintomas. Inicialmente será realizada uma reposição hormonal por um período pré estabelecido pelo seu médico.

Finalizado este período de reposição uma nova consulta será necessária para uma reavaliação do quadro e ajustagem da dose, se for o caso.

Existem casos onde há um aumento do volume da tireóide a tal ponto que fica difícil para o paciente se alimentar ou respirar. Nesses casos são realizadas cirurgias para remoção da glândula, chamada de tireoidectomia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Infecção Vaginal por fungos: O que toda mulher deveria saber.

8 grupos de risco para o Hipotireoidismo. O hipotireoidismo pode matar.

Entenda o que é a Cardiomegalia (Coração Grande), as causas, sintomas e os tratamentos.

Como reverter a perda muscular na velhice.

Conselho Regional de Medicina: Como consultar o CRM do médico.