Especialidades da fonoaudiologia: Os tipos de Perda Auditiva

Os históricos de perdas auditivas são diversos e variam para cada paciente.

Há casos onde a perda auditiva pode afetar apenas um dos ouvidos, há casos onde ambos os ouvidos são afetados. 

Uma deficiência auditiva pode ter origem em um problema originado no ouvido externo, médio, interno ou ainda pela combinação destes.

Se a perda auditiva for o seu problema, saiba que a fonoaudiologia é a especialidade que irá investigar e apontar qual a melhor solução a ser adotada.


Perda auditiva neurossensorial

Ocorre quando o nervo auditivo ou o ouvido interno (cóclea) apresenta problemas ou não funciona corretamente.

Os sons ficam mais “baixos”, dificultando a capacidade de compreensão, principalmente quando o paciente está em um ambiente barulhento.

Perda auditiva neurossensorial - causas comuns:

  • Ocasionadas por Doenças
  • Avanço da idade
  • Exposição a ruídos fortes
  • Causas em Fatores genéticos
  • Lesionamentos no crânio
  • Perda auditiva congênita
  • Ocasionadas devido a reações a medicamentos

Perda auditiva neurossensorial - tratamentos:

Incluem:

  • Adoção de Implantes cocleares
  • Uso de aparelhos auditivos


Surdez unilateral

Neste caso, as perdas auditivas neurossensoriais ocorrem em apenas um ouvido, geralmente denominada como surdez unilateral ou perda auditiva unilateral.

A deficiência auditiva ocorre com pouca ou nenhuma capacidade de audição em um dos ouvidos, enquanto que no outro ouvido a capacidade auditiva não é comprometida. 

Perda auditiva neurossensorial - surdez unilateral - causas comuns:

Algumas delas são:

  • Lesões provocadas na região dos ouvidos
  • Lesões provocadas na região da cabeça
  • Provocada por alguma doença
  • Causada por alguma reação adversa a algum tipo de medicamento
  • Infecções causadas por vírus

Perda auditiva neurossensorial - surdez unilateral - tratamentos:

Utilização de aparelhos auditivos CROS (Contralateral Routing of Signal).


Perda auditiva de alta frequência

Neste tipo de surdez neurossensorial, o paciente perde a capacidade auditiva para sons de frequência elevadas, porém ainda podendo ouvir alguns sons em frequências mais baixas.

Perda auditiva de alta frequência - causas comuns:

  • Ocasionadas por Doenças
  • Avanço da idade
  • Exposição a ruídos fortes
  • Causas em Fatores genéticos
  • Lesionamentos no crânio
  • Perda auditiva congênita
  • Ocasionadas devido a reações a medicamentos

Perda auditiva de alta frequência - tratamentos:

  • Implantes de dispositivos electroacústicos (híbridos)
  • Utilização de aparelho auditivos


Perdas auditivas condutivas

Na perda auditiva condutiva, as ondas sonoras são obstruídas, impedindo de chegarem com toda sua amplitude até o ouvido interno ou cóclea.

Esta obstrução ocorre quando existe uma lesão ou obstrução no ouvido médio ou externo. 

A sensação para o paciente se traduz como se os ouvidos estivessem tampados, com a percepção da fala soando como se estivesse amortecida, principalmente se houver muito barulho no ambiente.

Perda auditiva condutivas - causas comuns:

  • Ocasionadas por infecções do ouvido médio ou Mastoidite crônica.
  • Crescimento da pele ou cisto (colesteatoma).
  • Provocadas por infecções crônicas do ouvido.
  • Originadas por tumores benignos.
  • Malformações de nascença (Atresia e Microtia).
  • Síndromes como Goldenhar, Treacher Collins e síndrome de Down.

Perda auditiva condutivas - tratamentos:

  • Uso de aparelhos auditivos
  • Implantes de condução óssea
  • Através de medicamentos
  • Através de cirurgia


Perda auditiva mista

Está relacionada pela combinação da perda auditiva neurossensorial e perda auditiva condutiva, desta forma existindo lesões nas regiões do ouvido externo e ouvido interno.

Perda auditiva mista - causas comuns:

Qualquer uma das causas mencionadas da perda auditiva neurossensorial além das causas da perda auditiva condutiva.

Perda auditiva mista - tratamentos:

Pode incluir:

  • Adoção de cirurgia
  • Utilização de aparelhos auditivos
  • Uso Implantes de condução óssea.
  • A utilização de medicamentos


Fonoaudiologia em Cornélio Procópio

As especialidades da fonoaudiologia são a área da medicina indicada para investigar e compreender o que está ocorrendo com a sua audição, permitindo através do diagnóstico qual tratamento mais adequado para o seu caso.

Não negligencie a saúde da sua audição ao prorrogar uma consulta com o fonoaudiólogo.

É importante lembrar que tratamentos precoces são aqueles que mais terão chances de cura, portanto agende sua consulta na clínica Neurocor. 


Veja também:

As 11 especialidades da fonoaudiologia que você talvez não conheça.

Saiba porquê o Exame de Rotina na clínica Neurocor deve estar na sua agenda para este ano

Conselho Regional de Medicina: Como consultar o CRM do médico.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Infecção Vaginal por fungos: O que toda mulher deveria saber.

8 grupos de risco para o Hipotireoidismo. O hipotireoidismo pode matar.

Entenda o que é a Cardiomegalia (Coração Grande), as causas, sintomas e os tratamentos.

Como reverter a perda muscular na velhice.

Conselho Regional de Medicina: Como consultar o CRM do médico.